19
02-2018

Obra inovadora de Chichico Alkmim poderá ser vista no IMS Paulista

  • Chichico Alkmim inovou ao retratar em suas imagens, trabalhadores e comerciantes do início do século 20
  • O fotógrafo retratava desde casamentos e festas religiosas, até as simples cenas de rua
  • O cotidiano era o foco principal das fotografias de Chichico, retratando diversas classes sociais e não somente a burguesia
  • A exposição no IMS contará com cerca de 300 imagens realizadas pelo fotógrafo, além de centenas de negativos e objetos utilizados na época

Em uma época em que fotografar a burguesia brasileira era algo comum, o fotógrafo Chichico Alkmim (1886-1978) inovou ao retratar os trabalhadores e comerciantes do início do século 20, como poderá ser visto na exposição Chichico Alkmim, fotógrafo, em cartaz no Instituto Moreira Salles (IMS) da Avenida Paulista, em São paulo (SP). Ele gostava de registrar as mudanças da cidade onde se estabeleceu, Diamantina, em Minas Gerais, principalmente pelo fato de o lugar apresentar a tradição e a modernização pela qual passava na época.

Ao contrário de muitos fotógrafos que tinham estúdios pelo interior do Brasil nesse período, Chichico registrava desde operários até festas populares e religiosas, como casamentos, batizados e funerais, além é claro, as famosas cenas de rua. A intensa vida musical de Diamantina também foi alvo da câmera dele. Serão expostos na mostra alguns registros do fotógrafo sobre seresteiros, grupos de jazz, estudantes de música, bandas escolares e militares.

A exposição será aberta e apresentará cerca de 300 imagens produzidas pelo fotógrafo na primeira metade do século 20, além de centenas de negativos de vidro iluminados, que formam uma espécie de vitral, e objetos originais do laboratório. Também poderá ser vista uma câmera de fole semelhante à utilizada pelo fotógrafo.

Data: até 15 de abril de 2018
Local: Instituto Moreira Salles – Av. Paulista, 2424 – Bela Vista, São Paulo (SP)
Informações: (11) 2842-9120

0

 likes / 0 Comments
Compartilhe: