24
02-2017

Mostra em SP reúne 80 fotos da Magnum sobre o cinema

  • James Dean em cena de "Juventude Transviada" (1955) no Planetário Griffith, em Los Angeles, por Dennis Stock
  • Marilyn Monroe durante a famosa cena de "O pecado mora ao lado" (1955) em foto feita por Elliott Erwitt
  • O diretor Orson Welles é mostrado no set de "O processo" (1962) no clique de Nicolas Tikhomiroff
  • Foto de W. Eugene Smith mostra Charlie Chaplin e Claire Bloom em cena de "Luzes da Ribalta" (1952)

Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o cinema se popularizou como um dos principais meios de informação, pelos cinejornais e documentários, e principalmente, como entretenimento. Foram fincados nos memoriais e páginas de revista tanto as personalidades políticas quanto a nova classe de atores e celebridades, também acompanhados de perto por grandes fotógrafos da época. A exposição Magnum no Cinema apresenta 80 imagens feitas por profissionais da Agência Magnum dos bastidores de grandes filmagens e está em cartaz no Sesi da Avenida Paulista, em São Paulo (SP).

Robert Capa, um dos fundadores da agência, teve uma breve e memorável relação amorosa com a atriz Ingrid Bergman (Casablanca, Assassinato no Expresso Oriente) entre 1945 e 1947. Capa até chegou a morar um tempo em Los Angeles e, no período, transitou por entre os estúdios de cinema e fez amigos como os atores Billy Wilder e John Huston. O affair terminou quando o fotógrafo decidiu viajar à Turquia para uma reportagem. Depois, muitos outros fotógrafos da Magnum desembarcaram em Hollywood para documentarem as produções, como Henri Cartier-Bresson, Eugene Smith, Elliott Erwitt e Ernst Haas.

Podem ser vistos cliques dos bastidores de filmes como O pecado mora ao lado (1955), do qual faz parte a icônica cena de Marilyn Monroe segurando o vestido do vento do respiradouro do metrô; Juventude transviada (1955), que tornou James Dean o rosto de uma geração; Luzes da ribalta (1952), um dos últimos filmes de Charles Chaplin; até os cults O processo (1962), de Orson Welles, e Zabriskie Point (1962), de Michelangelo Antonioni. A mostra inaugura o Centro Cultural Fiesp na Paulista, que terá um espaço dedicado exclusivamente a exposições fotográficas.

Serviço
Data: até 2 de abril de 2017
Local: SESI-SP, Av. Paulista, 1313 – Jardins, São Paulo
Informações: (11) 3528-2000
www.centroculturalfiesp.com.br

0

 likes / 0 Comments
Compartilhe: