29
06-2018

Mostra de José A. Figueroa chega à Caixa Cultural Brasília

  • O fotógrafo costuma registrar questões sociais e políticas, desde os primórdios da Revolução Cubana até os dias atuais
  • Figueroa é considerado um dos precursores na transição da fotografia documental para a conceitual
  • A exposição inédita no Brasil, traz uma retrospectiva de 50 anos de trabalho do fotógrafo cubano José A. Figueroa

Em exposição inédita no Brasil, a Caixa Cultural Brasília apresenta Um Autorretrato Cubano, mostra que traz uma retrospectiva de 50 anos de trabalho do fotógrafo cubano José A. Figueroa. Aos 71 anos, Figueroa é considerado um dos precursores na transição da fotografia documental para a conceitual, tanto em Cuba quanto na América Latina. Ao registrar questões sociais e políticas, desde os primórdios da Revolução Cubana até os dias atuais, o fotógrafo busca mostrar as mudanças sociais significativas e controversas de seu país.

A mostra é dividida em quatro seções, que marcam diferentes momentos da carreira do artista – como o início da carreira (décadas de 60 e 70), quando registrou o êxodo familiar de Cuba para os Estados Unidos; sua viagem a Angola como correspondente de guerra; seu trabalho no Hospital Psiquiátrico de Havana; as consequências da queda do muro de Berlim; a manipulação de ícones nacionais; e também a necessidade urgente de olhar para a sociedade e a história cubana para tentar encontrar respostas para o futuro incerto do novo século.

A exposição permanece aberta até o dia 19 de agosto de 2018 na Galeria Vitrine da Caixa Cultural Brasília, SBS Lotes 3/4, SBS Q.4, Asa Sul. Com entrada gratuita, pode ser conferida de terça-feira a domingo, das 9h às 21h.

0

 likes / 0 Comments
Compartilhe: